Bíblia Amplificada

Verso
1 No princípio [antes de todo o tempo] era a Palavra (Cristo), e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era o próprio Deus.
2 Ele estava presente originalmente com Deus.
3 Todas as coisas foram feitas e vieram à existência através Dele; e sem Ele nem uma só coisa foi feita que viesse a existir.
4 Nele estava a Vida, e a Vida era a Luz dos homens.
5 E a Luz resplandece nas trevas, pois as trevas nunca a sobrepujaram [a extinguiram, a absorveram ou se apropriaram dela, e não são receptivas a ela].
6 Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.
7 Este homem veio para testemunhar, para que ele pudesse testificar da Luz, para que todos os homens pudessem crer nela (aderir a ela, confiar nela, depender dela), através dele.
8 Ele não era a própria Luz, mas veio para que pudesse dar testemunho em relação à Luz.
9 E era isto — a verdadeira Luz [estava então] vindo ao mundo [a genuína, perfeita, firme Luz] que ilumina todas as pessoas.
10 Ele veio ao mundo e, embora o mundo tivesse sido feito através Dele, o mundo não o reconheceu [não o conheceu],
11 Ele veio para aquilo que pertencia a Ele [para Sua propriedade — Seu domínio, Sua criação, Suas coisas, Seu mundo], e aqueles que eram Seus não O receberam e não O saudaram.
12 Mas a todos quantos O receberam e O saudaram, deu-lhes a autoridade (poder, privilégio, direito) de se tornarem os filhos de Deus, isto é, àqueles que crêem em Seu nome (aderem, confiam e dependem Dele) —
13 Que não devem seu nascimento nem ao sangue nem à vontade da carne [aquela vontade de um impulso natural], nem à vontade do homem [aquela de um pai natural], mas a Deus [Eles são nascidos de Deus!]
14 E a Palavra (Cristo) tomou-Se carne (humano, encarnado) e tabernaculou (fixou Sua tenda de carne, viveu por um tempo) entre nós; e nós [realmente] vimos Sua glória (Sua honra, Sua majestade), uma glória tal como a que um filho unigênito recebe de seu pai, cheia de graça (favor, benevolência) e verdade.
15 João testificou Dele e clamou: Este era Ele, de quem eu disse: Aquele que vem depois de mim tem prioridade sobre mim, pois Ele era antes de mim. [Ele tem posição acima da minha, pois existia antes de mim. Ele avançou à minha frente, porque é meu Chefe].
16 Pois da Sua plenitude (abundância)-todos recebemos [todos tivemos uma parte e todos fomos supridos com] uma graça após outra e bênção espiritual sobre bênção espiritual e favor sobre favor e dom [acumulado] sobre dom.
17 Pois, enquanto a Lei foi dada através de Moisés, a graça (favor injustificado e não merecido, e bênção espiritual) e a verdade vieram através de Jesus Cristo.
18 Nenhum homem jamais viu a Deus em nenhum tempo; o único Filho, ou o Deus unigênito, que está no seio [na íntima presença] do Pai, Ele declarou-O [Ele O revelou e trouxe-O para onde Ele pode ser visto; Ele O interpretou e tornou-O conhecido]
19 E este é o testemunho de João, quando os judeus lhe enviaram sacerdotes e levitas de Jerusalém, para lhe perguntarem: Quem é você?
20 Ele confessou (admitiu a verdade) e não tentou esconde-la. mas reconheceu: Eu não sou o Cristo!
21 Eles lhe perguntaram: E então? Você é Elias? E ele disse: Não sou! Você é o Profeta? E ele respondeu: Não!
22 Então eles lhe disseram: Quem é você? Conte-nos, para que nós possamos dar uma resposta àqueles que nos enviaram. O que você diz a respeito de si mesmo?
23 Ele disse: Eu sou a voz do que clama alto no deserto [a voz de alguém que grita no deserto]: Preparem o caminho do Senhor [nivelem, endireitem a vereda do Senhor], como disse o profeta Isaías.
24 Os mensageiros tinham sido enviados da parte dos fariseus.
25 E eles lhe perguntaram: Por que então você está batizando, se você não é o Cristo, nem Elias, e nem o Profeta?
26 João lhes respondeu: Eu [somente] batizo na (com) água. Entre vocês está Um que vocês não reconhecem e com quem vocês não estão familiarizados e de quem vocês não sabem nada.
27 É Ele que, vindo após mim, é preferido antes de mim, e as correias de Suas sandálias, não sou digno de desatar.
28 Estas coisas ocorreram em Betânia (Betabara), do outro lado do Jordão [no cruzamento do Jordão], onde João estava então batizando.
29 No dia seguinte João viu Jesus vindo a ele e disse: Vejam! Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!
30 Este é Ele, de quem eu disse: Após mim vem um Homem que tem prioridade sobre mim [que tem posição acima da minha] porque Ele era antes de mim e existia antes que eu existisse.
31 E eu [próprio] não O conhecia e não O reconhecia; mas, para que Ele fosse manifesto e fosse revelado a Israel [fosse trazido para onde nós possamos vê-Lo] é que eu vim batizando na (com) água.
32 João deu maiores evidências, dizendo: Eu vi o Espírito descendo do céu como uma pomba, e pousou sobre Ele [para nunca mais partir],
33 E eu não O conhecia nem O reconhecia, mas Aquele que me enviou para batizar na (com) água, disse-me: Aquele sobre quem você vir o Espírito descer e permanecer, Esse é Ele que batiza com o Espírito Santo.
34 E eu vi [isso acontecer — eu realmente vi] e meu testemunho é que este é o Filho de Deus!
35 Novamente, no dia seguinte, João estava com dois de seus discípulos,
36 E olhou para Jesus enquanto Ele caminhava, e disse: Vejam! Lá está o Cordeiro de Deus!
37 Os dois discípulos ouviram-no dizer isto, e eles O seguiram.
38 Mas Jesus voltou-Se e, ao vê-los seguindo-O, disse-lhes: Que procurais? [E qual é o vosso desejo?] E eles Lhe responderam: Rabi — que traduzido quer dizer Mestre — onde estás hospedado?
39 Ele lhes disse: Vinde e vede. Assim eles foram e viram onde Ele estava hospedado, e permaneceram com Ele naquele dia. Era então cerca da décima hora (cerca de quatro horas da tarde).
40 Um dos dois que ouviram o que João disse e seguiram a Jesus era André, irmão de Simão Pedro.
41 Ele primeiro procurou e encontrou seu próprio irmão Simão e disse-lhe: Nós encontramos (descobrimos) o Messias! — que traduzido é o Cristo (o Ungido).
42 André então conduziu (trouxe) Simão a Jesus. Jesus olhou para ele e disse: Tu és Simão, filho de João. Serás chamado de Cefas — que traduzido é Pedro [Pedra].
43 No dia seguinte Jesus desejou e decidiu ir à Galiléia; e Ele encontrou Filipe e disse-lhe: Junta-te a Mim, como Meu atendente, e segue-me.
44 Ora, Filipe era de Betsaida, da mesma cidade de André e Pedro.
45 Filipe procurou e encontrou Natanael, e disse-lhe: Nós encontramos (descobrimos) Aquele de quem Moisés, na Lei, e também os Profetas escreveram — Jesus de Nazaré, o filho [legal] de José!
46 Natanael respondeu-lhe: [Nazaré!] Pode alguma coisa boa vir de Nazaré? Filipe replicou: Venha e veja!
47 Jesus viu Natanael vindo em direção Dele, e disse, a respeito dele: Vede! Eis um israelita de fato [um verdadeiro descendente de Jacó], em quem não há dolo, nem engano, nem falsidade, nem duplicidade!
48 Natanael disse a Jesus: Como me conheces? [Como é que sabes estas coisas a meu respeito?] Jesus lhe respondeu: Antes [mesmo] que Filipe te chamasse, quando estavas ainda sob a figueira, Eu te vi.
49 Natanael respondeu: Mestre, Tu és o Filho de Deus! Tu és o Rei de Israel!
50 Jesus replicou: Porque Eu disse isto, que te vi sob a figueira, crês em Mim e dependes de Mim e confias em Mim? Verás coisas maiores do que esta!
51 Então Ele lhe disse: Eu vos asseguro, muito solenemente digo a todos vós, vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem!


Ministério Vivos com Cristo